Como funcionam as estradas Brasileiras

Como funcionam as estradas Brasileiras

O Sistema Rodoviário Brasileiro – Sistema Nacional de Rodovias é o sistema rodoviário do Brasil. A partir de 2010, o sistema consiste em quase 2 milhões de quilômetros de estradas, das quais cerca de 200.000 km são pavimentadas.

Como é nos Estados Unidos, no Canadá ou na maioria dos países da Europa, as rodovias maiores e mais amplas têm limites de velocidade mais altos do que as estradas urbanas normais (tipicamente entre 80 km/h e 120 km/h), embora as rodovias secundárias, rodovias não pavimentadas e seções de as principais rodovias que operam dentro de áreas urbanas têm um limite de velocidade mais baixo em geral.

O limite de velocidade nacional para carros que circulam em estradas não urbanas é de 110 km/h, salvo indicação em contrário, independentemente do design da estrada, do tempo ou da luz do dia.

As rodovias regionais brasileiras são denominadas YY-XXX, onde YY é a abreviatura do estado onde a rodovia está rodando e XXX é um número (por exemplo, SP-280, onde SP significa que a rodovia está sob administração do Estado de São Paulo).

0209-estradas-br116

As rodovias nacionais são nomeadas BR-XXX. As estradas nacionais conectam vários estados e são de grande importância para a economia nacional e ligam o Brasil a outro país. O significado dos números são:

  • 000-099 – significa que a rodovia corre radialmente de Brasília. É uma exceção aos casos abaixo.
  • 100-199 – significa que a rodovia corre ao sul-norte
  • 200-299 – significa que a rodovia corre em direção oeste-leste
  • 300-399 – significa que a rodovia corre em diagonal. As rodovias com números ímpares correm nordeste-sudoeste, enquanto números pares correm noroeste-sudeste.
  • 400-499 – significa que a rodovia interconecta duas rodovias principais.

Muitas vezes as rodovias brasileiras recebem nomes (pessoas famosas, etc.), mas continuam tendo um nome YY / BR-XXX (exemplo: Rodovia Castelo Branco também é SP-280).

Algumas das cidades tem suas rodovias ou ruas comandadas pelos chamados Detrans, como no Rio de Janeiro, que é o Detran RJ.

Algumas das estradas mais perigosas do mundo

Por milhares de anos, as estradas têm proporcionado um meio para movimentação mais seguros e eficientes de bens e pessoas, mas como você verá em um momento, isso nem sempre é o caso.

Enquanto algumas das estradas em nossa lista são muito percorridas, algumas  outras são remotas, sinuosas e estreitas. Seja qual for o caso, porém, as estradas mais perigosas do mundo provavelmente vão convencê-lo de que andar não é realmente tão ruim depois de tudo.

Também conhecida como a “Estrada da Morte” na Bolívia, é frequentemente citada como a estrada mais perigosa do mundo. É uma ocorrência regular para ônibus e caminhões caírem para o vale abaixo, especialmente quando eles tentam passar uns aos outros.

Mais popularmente conhecida como a “Estrada Assassina” das Filipinas, Commonwealth Avenue em Quezon City tem visto numerosas mortes de pedestres, ciclistas e veículos ao longo dos anos devido a má aplicação de regulamentos e leis de trânsito.

8ecd5486d16c4b36d44ccad812dd3e6b

A estrada de James Dalton no Alasca, apesar de parecer serena à primeira vista, está cheia de buracos, pequenas rochas voadoras levadas por ventos fortes e, o pior de tudo, corre pelo meio do nada.

A segunda estrada mais longa do Brasil foi apelidada de “A Estrada da Morte” por razões óbvias. Todos os anos milhares de pessoas morrem devido à sua manutenção pobre e até ameaças de gangues e bandidos.

Este pequeno corredor conduz até o Himalaia com rede muito perigosa de estradas má pavimentadas, estreitas, e escorregadiças que são pontilhadas com carros acidentados.

Embora possa ser difícil de ver nas fotos, uma estrada na China foi criada do lado de uma montanha por vários moradores da cidade de Guoliang. Antes da construção desta passagem de montanha a vila foi cortada do resto da civilização pelos penhascos circundantes. Embora não haja muito tráfego, devido à sua construção é bastante perigosa.

O sistema reprodutor e a queda de cabelo

Muitas mulheres enfrentam problemas frequentes com o cabelo e precisam pagar um preço vencendo a calvície, que muitas vezes é absurdamente caro e não necessário. Existem algumas medidas que podem ser tomadas e também ficar atenta as épocas e ciclos que o seu corpo está passando podem ser uma boa opção para enfrentar esse processo. Para saber mais sobre isso, continue lendo essa matéria.

Durante a menstruação e o ciclo menstrual, o cabelo tende a cair mais, tudo isso é causado devido a flutuação hormonal do período e que com o acréscimo da perda de muito sangue, eliminam o ferro do corpo, vitamina essencial para o crescimento dos fios.

pilula-anticoncepcional

Você pode evitar isso por meio da suplementação de ferro ingerida por via oral, o que já vai aumentar os níveis desse mineral no seu corpo e também ingerir alimentos que sejam ricos nessa substância.

É preciso que você fique de olho nessa queda de cabelo, caso seja algo muito fora do normal, o aconselhado é que você procure um médico ginecologista ou que te dê o diagnóstico sobre o que pode estar acontecendo com o seu corpo.

O uso de pílulas anticoncepcionais causam uma liberação de hormônios irreal no organismo, sobrecarregando todo o seu sistema imunológico, elas podem até mesmo causar uma queda de cabelo acentuada.

cigarro-pos-parto

Seu uso pode acentuar alguma doença já crônica que interfira diretamente no crescimento do seu cabelo, antes de começar a tomar a pílula, procure um médico especialista e veja o que é melhor para o seu organismo.

Vale lembrar que o uso da pílula em conjunto com o cigarro aumentar o risco de queda de cabelo, aumenta as chances de trombose e também de um possível derrame cerebral, é preciso cuidado com as combinações feitas quando estiver usando a pílula, veja o que é permitido com seu ginecologista.

Cuidados com o cabelo feminino

Esse post é dedicado para as mulheres que estão sempre reclamando da qualidade de seus cabelos. Vamos conversar agora sobre causas possíveis que você realiza e nem percebe na maioria das vezes.

É preciso sempre prestar atenção na qualidade dos nossos fios e quando eles estão gritando por ajuda, como quando estão sem brilhos, opacos, quebradiços, caindo de todo jeito e nunca se ajeitando no penteado que você usa comumente.

falso-sidecut

Penteados muito apertados podem ser a causa, pois eles “amassam” os fios e causam uma tensão demasiada no local, são alguns deles: tranças muito rentes ao couro cabeludo, rabos de cabalo e coques de bailarinas, eles são responsáveis pelo enfraquecimento das madeixas. Procure deixar o cabelo solto sempre quando possível, dessa maneira ele ficará mais livre e com menos pressão.

Preste atenção também nos itens que você usa para prender o cabelo, como rabicós, prendedores, presilhas e tudo que dobre muito o cabelo ou pressione eles, podem ser causadores dessa queda e quebra constante dos fios.

Tomar banho muito quente também é muito prejudicial para a qualidade do couro cabeludo e consequentemente o crescimento dos fios, ela deixa as cutículas abertas, ficando mais frágil e suscetível a queda, além de causar o ressecamento. Caso você enfrente algum problema de caspa ou a descamação do tecido capilar, a água quente ajuda tudo isso mas para uma maneira ruim, dando mais tensão no local e piorando o resultado disso.

pluii-quimica-cabelo-danos

A aplicação de muita química no cabelo também é uma grande causadora de sua queda e a falta de qualidade, ela altera a fórmula natural do cabelo e quando não tratada adequadamente, faz com que eles fiquem foscos e sem brilho, tudo isso devido a falta de nutrientes necessários, nesses casos procure aplicar o menos possível de química e deixe o cabelo respirar por um tempo.

ibuprofeno-febre

Ibuprofeno aumenta riscos de problemas cardíacos

O consumo excessivo de Ibuprofeno está ligado ao aumento de doenças cardíacos. A descoberta foi feita pela revista British Medical Journal que envolveu mais de 10 milhões de pessoas para conquistar o resultado. Essas pessoas espalhadas pelo Reino Unidos, Itálica, Alemanha e Holanda foram analisadas durante 10 anos, aquelas que tomavam a classe de medicamentos de Ibuprofenos tinha 19% a 83% chances a mais de ter falhas cardíacas.

De acordo com médicos, esses resultados e aumento de potenciais prejudicados pode ter um impacto significativo na saúde pública e por tanto devem passar a ser prescritos por médicos com mais cautela, os estudos recentes devem orientar novas medidas médicas e regulamentação de farmácias para a venda destes medicamentos, já que outros podem o substituir e com menores taxas de riscos.

Essa ligação acontece porque medicamentos como o o Ibuprofeno  modificam o ritmo cardíaco de uma forma não natural o que,  alongo prazo, pode representar complicações mai severas.  Isso faz com que o alerta para cardíacos seja ainda maior ao fazer uso desses medicamentos que são liberados em farmácias brasileiras sem necessidade de autorização ou receita médica.

ibuprofeno-febre

Os usos mais comum do Ibuprofeno é para casos de inflamação, analgésico em pós-operatórios ou em caso de dores intensas. Antes da pesquisa realizada pela revista British já havia sido constatado que o medicamento tinha uma possível ligação com problemas cardiacos entre  adultos. Desde 200 esse efeito colateral já é apresentado na bula dos principais remédios a base dessa substância.

A principal recomendação é para que pessoas com problemas cardíacos sejam orientados por seus médicos par a possibilidade de troca do analgésico por um que não traga tantos riscos ou então em dosagens menores. Nas farmácias é possível encontrar a versão de 400 mg e 600 mg.As versões com 600 mg servem para complicações maiores e pós-operatórios e as de dosagens mais baixas para evitar a dor.

Tatuagens mais tatuadas nas mulheres

Está querendo fazer uma tatuagem feminina e ainda não sabe o que? Veja aqui algumas dicas que vamos dar para você se inspirar, veja o significado dos desenhos também.

Âncora: uma tatuagem que vem datada de muitos anos, foi disseminada pela mania dos marinheiros de fazer as tatuagens, sendo esse um dos principais desenhos feitos. Essa tatuagem tem como principal significado a firmeza, a confiança, abrigo e confiança, pode representar também que você se aprisiona a algo que vale a pena. Os locais que essa tatuagem são mais desenhados é no pé, nos dedos, nos ombros e nos braços.

5122fa3099ed09cee74ce070bdb80d71

Rosa: eram também muito comum nos marinheiros, que tatuavam a rosa como simbolismo para suas mulheres e esposas que deixavam em terra firme quando viajavam. A rosa tem como principal significado a representação da beleza externa e interna, quando há espinhos, ela quer mostrar que apesar das dificuldades da vida, ainda há muita beleza para se admirar. Pode ser tatuada em várias partes do corpo, basta apenas adaptá-la corretamente para o local.

d125dd07483f192784531f04edcb780eEstrela: um dos principais significados dessa tatuagem é a do simbolismo dela ser algo que você quer alcançar e precisa lutar para isso, algumas estrelas podem ter diferentes significados como a cadente, a judia, pentagrama, náutica e as diferentes tipos com pontas diferenciadas. Independente do significado ou não, você pode tatuar coisa simplesmente por achar bonito, sem algo por trás. Pode ser tatuada em qualquer parte do corpo, aconselhando a ser menor e mais delicada em lugares como mão, pulso, pé e ombros.

Essas são algumas das tatuagens mais tatuadas pelas mulheres, muitas delas ficam mais bonitas grandes ou outras mais delicadas, em um tamanho reduzido e adaptado.

E aí, o que você achou das tatuagens? Tem alguma delas? Conte pra gente o que você acha de tatuagens e o local.

312830-unhas-saudáveis

Dicas de como manter suas unhas sempre saudáveis

A maioria das mulheres ama fazer as unhas, sendo me casa ou no salão mesmo. É um ato considerado renovador na beleza, muitas vezes sendo um momento particular e de se dedicar a aparência física. Porém, esse cuidado vai muito além da cor escolhida, da forma da unha, a lixa usada, a hidratação e como isso influência na durabilidade das unhas.

Confira aqui algumas dicas de unhas decoradas e como manter as unhas dos pés e das mãos em dia e deixá-las sempre com uma qualidade sem igual.

Use sempre óleos hidratantes: utilizados diariamente, além de hidratar as mãos e a pele, influenciam diretamente nos cuidados da cutícula, ajudando a fortalecer toda a região da unha.

312830-unhas-saudáveis

Evite acetonas: utilize removedores de esmalte, pois a acetona faz mal para a cutícula e para a pele da mão, já o removedor de esmalte contribui para o não ressecamento da região da mão e unhas.

Deixa as unhas retas: quando as unhas ficam em linha reta, isso evita que se quebrem e que fiquem fracas, o movimento adequado é sempre o que vem de fora para dentro da unha.

Cuide dos esmaltes: armazene os pequenos vidrinhos em locais arejados e em temperatura ambiente, pois se não eles ficaram grossos e cheios de bolinhas na hora da aplicação do eEvite riscos à saúde e tenha seu próprio kitsmalte, o que faz com que saiam mais rápidos, estragando as unhas.

 

Evite comer as unhas: o mau hábito de roer as unhas afeta a vida de muitas pessoas, principalmente mulheres do que homens, isso faz com que as unhas fiquem descamadas e muito mais fracas do que o normal, quebrando com mais facilidade.

Higienização: se for fazer a unha em um salão, observe se o profissional usa produtos esterilizados e faz o devido uso de luvas, caso contrário, pode ocasionar alguma infecção ou doença mais grave com o compartilhamento de alicates, empurrador de cutículas e até mesmo lixas.

Não bata, eduque!

“O Brasil e o Mundo precisam de uma Cultura de Paz. Isto não significa só ausência de guerras. A Paz tem que começar dentro das nossas casas. Não batendo nos nossos Filhos. Onde o limite vem pelo respeito, pelo diálogo, pelo entendimento. Não Bata, Eduque.” A frase acima é de Xuxa. A Rainha dos Baixinhos, polêmica em mil assuntos, nem sempre politicamente correta, mas também presidente de uma fundação que atende crianças.

mother_child_talking_rex

Ontem ela foi uma das principais figuras do evento de lançamento da campanha Não bata, Eduque, que aconteceu na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) no Rio de Janeiro, durante um simpósio que discute os direitos das crianças e adolescentes. No seu estilo direto e espontâneo, Xuxa relatou uma das histórias que ouvimos por aí e que nos parte o coração: “Ouço as pessoas falando que batem nos filhos pela educação, mas isso não desce na minha cabeça. Tem uma menina de 5 anos que veio me procurar pedindo ajuda. Ela era espancada todos os dias e tinha medo de voltar para casa. Existem pessoas que são contra essa lei.

São criaturas que não sabem o que falam. E no final das contas, a loira da história sou eu”. Quer saber mais? A Campanha Nacional Não Bata, Eduque é um movimento a favor dos direitos das crianças e contra os castigos físicos e humilhantes integra uma estratégia de transformação social e mudança de atitude por meio da promoção de um amplo debate sobre a utilização dos castigos físicos e humilhantes contra crianças e adolescentes visando contribuir para a erradicação da sua prática de modo a reconhecer as crianças e adolescentes como sujeito de direitos.

images

Dentre os objetivos da campanha estão desenvolver ações de mobilização social e promover reflexão sobre o uso dos castigos físicos e humilhantes. Cada um de nós pode fazer sua parte na conscientização da sociedade de que as crianças e adolescentes merecem ter dignidade e integridade física respeitadas por meio de uma educação livre dos castigos físicos e humilhantes e baseada em estratégias disciplinares positivas. Mas como fazer isso? – Usando um enfoque positivo e não “culpabilizador” dos pais – Reconhecendo que a educação dos filhos é uma tarefa difícil e complexa – Admitindo que os pais precisam de apoio no reconhecimento de formas educativas que não utilizam a violência física e psicológica – Promovendo o desenvolvimento físico, emocional e social das nossas crianças de forma saudável e participativa

Quem dança é mais feliz!

Ao chegar em casa hoje do trabalho fui convidada a dançar com meus filhos. Sim, dançar. Eles tinham descoberto o vídeo Dancing Pandas no youtube (via kidzui,) e adoraram. Imitavam passos e ficaram contentes porque os pandas são em sua maioria “meninos”.

bigstock-happy-children-dancing-on-a-wh-46523527

Dançamos juntos na sala, como aliás costumamos fazer nos dias de folga e foi uma diversão. Há algumas semanas li a notícia de um curso de dança para meninos que me fez pensar sobre o quanto deixamos de lado esta expressão artística na educação deles. Mesmo as meninas, apesar das tradicionais aulas de balé e as brincadeiras de dança regionais, não são convidadas a experimentar a dança como uma terapia ou uma alternativa saudável para ganhar ritmo, aprender trabalho em equipe ou fazer condicionamento físico.

Se na época pensei em Balu e Mogli cantando Necessário (somente o necessário, o extraordinário é demais!) e dançando alegremente, sem deixar de citar os garotos do High School Musical, em seguida procurei pesquisar sobre esta alternativa na educação. Num dos estudos que encontrei na internet, os pesquisadores Daniele e Sérgio Carbonera tratavam da dança como uma manifestação que aparece muito cedo na criança, logo que ela domina a marcha.

1106_caloriasdosexercicios_f_062

É triste concordar com eles quando afirmam que a criança também “a perde cedo, seja por vergonha, repressão ou até mesmo por falta de estímulos de profissionais que muitas vezes deixam de trabalhar esse conteúdo por pensarem que não sabem ou por acharem difíceis de serem ensinados”. Alegrou-me sobremaneira perceber que há um interesse em estimular os os profissionais de educação física para que busquem trabalhar também a dança nas escolas, não com a intenção de formar bailarinos, mas para libertar os movimentos e trabalhar as expressões.

Música e condicionamento físico podem ser trabalhados para que a criança possa expandir sua criatividade por meio de movimentos. Segundo especialistas, a expressão com dança e música dá à criança a necessária “sensação” de alegria e a liberdade de movimentos, assim como a oportunidade de expressão sentimentos e demonstrar seu humor através deles.

Decoração

Quando é preciso decorar uma festa de aniversário, sempre tenho infinitas dúvidas sobre como deixar algo legal, barato e simples de se fazer.

É preciso pensar primeiro no ambiente do local. Se você já tem um tema pré determinado, é preciso pensar com atenção no local e o que poderá ser colocado nesse espaço. Mesa para os comes e bebes, local para as pessoas sentarem, se for adequado para o espaço, uma pista de dança ou itens de diversão como as máquinas de dança, fliperama, sinuca, pebolim e tantos outros tipos de jogos.

Após resolver essa questão primordial, é preciso pensar nas músicas que irão tocar, se os vizinhos não irão incomodar e o que melhor se adéqua ao que está sendo comemorado.

size_810_16_9_Fliperamas-20111111122620

É preciso pensar na comida típica e que não saia caro. Muitas pessoas estabelecem um valor em uma festa para ajudar o organizador, como algo em torno de 5$ ou 10$ para os comes e bebes.

Comprar a quantidade certa do que será consumido é algo que preocupa muito, pois se for pouco, será preciso sair no meio da festa e ir atrás dos suprimentos para se atender o que está fazendo falta. Se for de mais, sobrará muita comida ou bebida, a solução para isso, é dividir entre os convidados da festa para não dar prejuízo ou estragar o que foi comprado.

festa-em-casa

Outra coisa que assola a cabeça de quem está organizando um evento, é as lembrancinhas. Como fazer, o que fazer, quanto custa, ideias, grande quantidade e o que mais combina com a festa que está sendo comemorada. é preciso pensar com atenção para não ser algo que tome muito tempo ou muito dinheiro, é apenas algo complementar para dar felicidade para os convidados após o término da festa.

Ufa, tem alguma dica para me ensinar? Comente a publicação. 🙂